Print this page

RELIGIÃO

Written by
Rate this item
(2 votes)

Ação de graças

 

Bendito sejas, nosso Deus e Pai,

origem e destino de tudo o que existe.

Dirigimos-te esta sentida ação de graças

por muitas boas razões:

porque és o Criador do insondável universo,

porque depositas em cada lugar a semente da Vida,

porque vivemos em Ti;

graças à energia que nos dás,

ainda que sejamos apenas conscientes dessa maravilha,

temos que te agradecer o facto de a nossa última meta

ser viver na tua companhia.

Quiséramos ter um coração sensível e agradecido

para responder melhor a tanto amor e carinho.

Reconhecendo a pobreza da nossa resposta,

dirigimos-te humildemente este hino para tua maior glória.

 

Memorial da Ceia do Senhor

 

Nós te damos um agradecimento muito especial, Pai bom,

pelo grande presente que fizeste à humanidade,

na pessoa de Jesus, teu filho, o eleito,

a quem temos de escutar, conhecer e seguir.

A nossa história fica honrada com os seus atos e as suas palavras.

Mas a nossa mente enevoa-se com frequência;

e passamos a ter como fundamental o que só é acessório

e produto da nossa imaginação.

Temos de voltar, uma e outra vez,

à mensagem original de Jesus, ao seu Evangelho:

que nunca é um rito,

mas uma proposta de vida entregue ao próximo;

que não é olhar para o céu mas para a terra,

para os seus problemas e a sua gente;

que não é sequer pregar,

mas ajudar os outros, com simplicidade,

e construir entre todos um mundo mais humano.

Jesus voltou a insistir neste encargo, nesta missão,

na sua última ceia.

 

Invocação ao Espírito de Deus

 

Deus e Pai nosso,

nesta altura já deveríamos saber qual é a nossa missão

e em que é que consiste o teu Reino,

porque o teu filho Jesus disse-o claramente,

inclusive utilizando comparações e parábolas;

e, sobretudo, foi pessoalmente, à nossa frente,

percorrendo o caminho até ao fim.

Mas nós perdemo-nos em discussões,

em ritos equívocos,

pensando que éramos os teus eleitos,

os teus filhos bons,

e olhando para os outros por cima do ombro,

considerando-os filhos pródigos.

Apesar de acreditamos, Deus Pai,

que o teu amor não tem em conta tanta soberba,

já é hora de reorientar a nossa marcha.

E esperamos que do teu bom coração

nos inundes com o teu Espírito.

Brindamos em tua honra, Deus Pai, e te agradecemos

a presença entre nós do teu filho Jesus.

AMÉN.

 

Rafael Calvo

Traducción de Marcelino Paulo Ferreira

Read 3895 times
Login to post comments