Print this page

PERDÃO DE DEUS

Written by
Rate this item
(4 votes)

Ação de graças

 

Jamais podemos deixar de te dar graças, nosso Deus,

porque nos tratas como um pai e uma mãe;

saíste ao nosso encontro,

adiantaste-te para nos dar o teu carinho,

sem nem sequer ter em conta

a maneira como te correspondemos.

Obrigado por seres como és:

puro amor, pura bondade e generosidade.

Obrigado, porque estás dentro de nós,

porque nos amparas e nos dás a vida.

Obrigado, porque não queres que nenhum de nós

sofra qualquer castigo.

Confessamos-te, Pai,

que nos custa imaginar o teu amor

incondicional, gratuito,

porque somos irreparavelmente interesseiros

quando amamos os outros.

Humildemente, mas também com o carinho de filhos,

queremos expressar-te, agora, o nosso agradecimento,

recitando este hino em tua honra.

 

Memorial da Ceia do Senhor

 

Damos-te graças, Pai nosso, pelo teu filho Jesus.

Estamos reunidos ao teu redor,

por causa da sua atração e liderança.

Jesus é a prova vivente do teu amor para connosco.

A sua vida interligou uma entrega total aos outros

com uma contínua oração.

E de tal maneira chegou a identificar-se contigo

que conhecê-lo é também conhecer-te a Ti.

Ele ensinou-nos, nas suas parábolas, que nos procuras,

que nos esperas, que te interessas por nós,

que te alegras quando voltamos a olhar para Ti,

que celebras festas no céu

quando nos encontramos connosco próprios

e de novo nos colocamos ao serviço dos nossos irmãos.

Pai de Jesus e nosso Pai,

cuidamos agora de recordar toda a sua vida,

repetindo as palavras e gestos da sua última ceia.

 

Invocação ao Espírito de Deus

 

Recordamos agradecidos a vida inteira de Jesus, teu filho,

o seu compromisso vital com a humanidade.

Queremos que esta eucaristia represente também

o nosso testemunho pessoal e comunitário.

Conhecendo a nossa limitação queremos seguir Jesus,

ser suas testemunhas, luz e sal para a gente de hoje.

Sabemos que não fazes milagres,

que os milagres têm de ser feitos por nós,

porque delegaste em nós

a responsabilidade de governar este mundo;

e a nossa missão é torná-lo menos injusto e mais solidário.

Dá-nos o teu espírito, Pai, envia-nos como teus mensageiros,

para que entre todos os seres humanos de boa vontade

construamos o teu reino, tornemos realidade o teu projeto.

Damos-te graças por teres acolhido

no teu regaço de Pai-Mãe

os nossos familiares e amigos defuntos.

Eles e nós, bendizemos-te, agora,

juntamente com o teu filho Jesus,

tal como o queremos fazer por toda a eternidade.

AMÉN.

 

Fray Marcos

Traducción de Marcelino Paulo Ferreira

Read 6546 times
Login to post comments