Print this page

ESPERAR

Written by
Rate this item
(2 votes)

Esperar bem despertos, mas não destapados.

Esperar caminhando, mas sem nos adiantarmos.

Esperar grávidos, mas sem nos apoderarmos.

Esperar expostos, mas não a qualquer vento.

Esperar sedentos, mas não áridos.

 

Esperar entre a neblina, mas não perdidos nesta terra.

Esperar com vela acesas, mas não consumidos.

Esperar oferecendo-nos, mas sem nos vendermos.

Esperar preparando o caminho, mas sem nos encurvarmos.

Esperar em silêncio, mas cantando ao Verbo incarnado.

 

Esperar gerando, não abortando.

Esperar acolhendo, não retendo.

Esperar dando-nos, não reclamando.

Esperar em silêncio, sem alvoroço.

Esperar partilhando e desfrutando.

 

Esperar embora seja noite

e não vejamos sinais no horizonte.

Esperar a qualquer hora do dia

ainda que fiquemos sós e nos gozem.

Esperar em solidão... e em companhia!

 

Esperar com muita paz, mas beliscados pelos irmãos.

Esperar ansiando, mas embalados no seu regaço.

Esperar olhando para o alto, mas com os pés pousados.

Esperar refrescando-nos nos teus mananciais vivos e claros.

Esperar incarnados e já nascendo no teu Reino.

 

Esperar neste tempo de crise e cortes.

Esperar com o Evangelho na mão.

Esperar com os que vêm e com os que partem.

Esperar desfrutando o que nos é dado.

Esperar vivendo e amando-nos.

 

Esperar como Isaías, vivendo e profetizando.

Ou como Jeremias, sofrendo, mas enamorados.

Ou como João Batista, pregando o que nos deste.

Esperar, para que não passes ao lado.

Esperar, embora não entendamos o teu Espírito Santo.

 

Florentino Ulibarri

Traducción de Marcelino Paulo Ferreira

Read 3154 times
Login to post comments