Buscador Avanzado

Autor

Tema

Libro de la biblia

* Cita biblica

Idioma

Fecha de Creación (Inicio - Fin)

-

OBRAS SÃO AMORES

Written by
Rate this item
(2 votes)

Acção de graças

 

Damos-te graças, Pai, pela fé que temos em Ti.

Confessamos que Tu és o nosso Deus, o Deus de todos.

Embora acreditemos em Ti,

não conseguimos amar-te com todas as nossas forças,

com todo o nosso coração e toda a nossa mente.

Recordamo-nos de Ti e te procuramos desastradamente

nas nossas necessidades ou nos tempos vazios

no meio das preocupações da nossa vida diária.

Errando o objectivo, queremos encontrar-te

cumprindo normas e leis, pretendendo talvez

uma santidade formal que em nada te interessa.

O teu Reino consolida-se sobre um amor real e efectivo

de todos e com todos,

que não é senão o mesmo e único mandamento,

porque a única forma que temos de te amar

é amando a todos os nossos próximos,

com o coração, com verdade,

mais do que amamos a nós mesmos.

Queremos manifestar a tua glória com os nossos actos,

mas também com as nossas palavras,

e embora sabendo que não te contentas com louvores,

que esperas muito mais dos crentes em Ti,

sentimo-nos felizes dirigindo-te esta prece

e bendizendo o teu nome.

 

Memorial da Ceia do Senhor

 

Bendito sejas, Deus, por nos dares o teu filho Jesus.

Ele é o farol luminoso que nos leva ao teu encontro.

Agradecemos-lhe a orientação, certeira e simples,

directa, sem curvas.

Por ele sabemos que o incenso não te convence,

e talvez te aborreçam tantas cerimónias,

que temos de amar-te fora do templo,

em casa, na rua, no trabalho,

que te amamos quando amamos a vida,

ajudando os irmãos,

amparando o que tem medo,

evitando que ninguém passe fome.

Jesus ensinou-nos com palavras e com a vida

que a maior felicidade de uma pessoa é sentir-se útil,

que é afortunado quem é

naturalmente desprendido e generoso,

que dando se recebe e semeando se colhe.

O coração desta celebração comunitária

consiste em acolher o testemunho que nos deu Jesus

e assumir as consequências.

 

Invocação ao Espírito de Deus

 

Este é o sacramento, o sinal da entrega de Jesus.

Este encontro há-de ser também o nosso sacramento,

o sinal do nosso compromisso pelos outros.

Queremos, Pai santo,

que sejas o principal protagonista na nossa vida.

Mas não queremos confundir a nossa religiosidade.

Infunde em nós o teu Espírito,

para sabermos ver-te nos nossos próximos,

demos-lhes o nosso carinho mais autêntico,

que nos saia de dentro, sem interesses egoístas,

amando sem ficarmos a esperar a recompensa.

Temos de nos encarregar dos que vivem pior,

porque é nossa responsabilidade, não tua,

que o mal desapareça desta pobre Terra

que diariamente maltratamos.

Queremos tornar realidade as bem-aventuranças de Jesus

naquilo que nos compete,

partilhando e fazendo menos pobres os pobres,

prestando ajuda a quem mais necessita,

libertando os que são oprimidos

e defendendo os que clamam justiça,

consolando os que sofrem e choram em silêncio,

colaborando com os que trabalham pela paz.

Por Jesus e na sua presença, bendizemos-te, Deus Pai.

AMÉN.

 

Rafael Calvo

Traducción de Marcelino Paulo Ferreira

Read 3639 times
Login to post comments